Casos Clínicos
Intoxicação por contacto com Lagarta do Pinheiro
O Duty, cão jovem da raça Setter Irlandês chegou ao nosso Hospital em urgência com sinais de ter contactado com larvas da processionária do pinheiro (Thaumetopoea pityocampa).


Apresentava macroglossia (aumento da dimensão da língua), edema sublingual exuberante e ligeiro edema da face. A língua não apresentava necrose e a sua coloração era rosada. Felizmente a dona soube como actuar no momento e procedeu à lavagem da língua com água fria. Já no nosso Hospital, sob sedação, realizámos nova lavagem (sem fricçao) da língua com jacto de água fria e antissépticos orais. Administrou-se a terapêutica corticoesteróide, analgésica e antibiótico preventivo. Após 3 horas, já era óbvio o efeito da terapêutica e o Duty já estava mais confortável.


Como era importante a monitorização e evolução do caso, ficou internado durante 24 horas. Teve alta no dia seguinte quando apresentava melhorias significativas e com capacidade de deglutição. Apesar disso, foi-lhe receitado medicação para continuar em casa durante os próximos dias de forma a consolidar o tratamento. 
Formulário de Satisfação
Pode ceder-nos o próximo minuto do seu tempo?
ONDE ESTAMOS   ATENDIMENTO 24H   SIGA-NOS
Rua São Tomás de Aquino, 8C
1600-203 Lisboa
  21 727 0945
91 404 3721
 
         
© 2016 Luís Cruz, Lda.   Design Binário - Web Innovation