Casos Clínicos
Síndrome vestibular do cão idoso
O Simon, cão sénior, com 12 anos, da raça Golden Retriever chegou ao nosso Hospital em urgência com queixas de inclinação da cabeça, desorientação, desequilíbrio e vários episódios de vómito após qualquer tentativa de alimentação.
Apresentava-se francamente nauseado, com nistagmus (movimento involuntário do globo ocular), ataxia (descoordenação motora) e head tilt (inclinação da cabeça). Segundo os donos, estas alterações foram súbitas não as tendo associado a qualquer trauma craneoencefálico.
O sistema vestibular é composto por porções do cérebro e do ouvido responsáveis pelo equilíbrio. Por vezes surgem alterações a este nível, dando origem a sintomatologia como a apresentada pelo Simon. Desde otites a neoplasias no cérebro ou uma causa idiopática/degenerativa podem estar na origem desta sintomatologia.
Realizaram-se análises bioquímicas e hemograma ao Simon que não evidenciaram qualquer tipo de alteração. Não havia história de otites e o exame otológico dos dois ouvidos deu negativo para qualquer tipo de inflamação, infecção ou ruptura de tímpano. Embora pudéssemos estar na presença de uma neoplasia ou metástases a nível cerebral, e a sua confirmação teria de ser feita pela TAC ou RMN, esta hipótese seria pouco provável dada a questão da apresentação súbita e sem qualquer alteração nas análises sanguíneas.
Assim, o diagnóstico mais provável foi o de Síndrome vestibular degenerativo ou do cão idoso. A origem desta síndrome é muitas vezes idiopática (desconhecida) mas pensa-se também que poderá estar associada a processos degenerativos (envelhecimento) que ocorrem nos tecidos que compõem o sistema vestibular. Na maioria dos casos esta síndrome não tem consequências para a saúde do animal, não é dolorosa e é auto-limitante (resolve-se sem qualquer tipo de tratamento). No entanto, o tratamento para a naúsea e vómito, a antibioterapia e a administração de anti-inflamatórios (caso possa haver alguma componente infecciosa/inflamatória envolvida), bem como o fornecimento de complexos vitamínicos com capacidade anti-oxidante, anti-envelhecimento e que promovam o aumento da irrigação sanguínea cerebral, podem ser muito benéficos e até diminuir o tempo de recuperação.
O Simon inicou então o tratamento no nosso Hospital e como até ao fim do dia o vómito ficou controlado, teve alta, continuando a terapêutica em casa.
Mantivemos contacto com os donos que nos informaram que após 15 dias o Simon já estava perfeito e com a vivacidade e alegria de sempre.
 
Formulário de Satisfação
Pode ceder-nos o próximo minuto do seu tempo?
ONDE ESTAMOS   ATENDIMENTO 24H   SIGA-NOS
Rua São Tomás de Aquino, 8C
1600-203 Lisboa
  21 727 0945
91 404 3721
 
         
© 2016 Luís Cruz, Lda.   Design Binário - Web Innovation