Notícias
Dicas para um Natal e Ano Novo ainda mais feliz
09-12-2016
Todos adoramos o Natal e o Hospital Veterinário das Laranjeiras deseja-lhe a maior felicidade e alegria nesta quadra.

No entanto, todos os anos atendemos casos de gastroenterites, ingestão de corpos estranhos, intoxicações e traumatismos facilmente evitáveis. Este ano estamos a contar consigo para baixar este número de acidentes e vamos falar-lhe de 8 acidentes que podemos evitar:

1. Árvore de Natal – Os gatos adoram-nas e muitas vezes tentam escalá-las! Decorações brilhantes e com fitinhas soltas são também um convite para cães e gatos curiosos. A supervisão e uma barreira em volta da árvore podem impedir uma queda desastrosa ou que os enfeites terminem na barriga do seu amigo de quatro patas.

2. Fios de enfeites ou prendas - Os gatos gostam de brincar com fios. Se for o fio com sabor a carne do peru até o seu cão vai achar que é um petisco. Em ambos os casos, a ingestão de fio pode acabar numa emergência cirúrgica. Tenha o cuidado de deitar fora os fios e nunca os deixar acessíveis aos seus animais.

3. Luzes de Natal – Cachorros a mudar os dentes são os que correm maior risco de roer fios elétricos e luzes de natal e sofrerem lesões por choques elétricos, mas os gatos também são suscetíveis. Procure colocar os fios fora do alcance dos seus animais ou então usar proteções e barreiras como as que se usam para as crianças.

4. Plantas – Bagas de azevinho, visco e teixo são tóxicas para cães e gatos, podendo causar gastroenterites, alterações neurológicas, toxicidade para o coração e até morte.

5. Stress e ansiedade – Ter a casa animada e cheia com a nossa família enche o nosso coração, mas o seu gato ou cão podem não achar o mesmo. Para ele o barulho e muitas pessoas podem ser um fator de stress e ansiedade. Tenha um local calmo e reservado onde o seu animal possa recolher-se (uma box, por exemplo), eduque as crianças para não invadirem esse espaço e tenha distrações que ajudem o seu patudo a relaxar (um brinquedo novo deve servir!).

6. Peças de brinquedos – Os gatos costumam ser mais ajuizados com o que mastigam, mas os cães facilmente comem partes ou brinquedos pequenos que podem causar obstruções e perfurações gastrointestinais. Supervisionar, apanhar os brinquedos depois da brincadeira e restringir o acesso dos seus animais a locais com brinquedos espalhados são boas maneiras de prevenir uma ida ao médico veterinário.

7. Comida – O álcool, o chocolate, frutos secos, uvas passas são muito tóxicos para os nossos animais! Os ossos e os alimentos humanos não são apropriados aos nossos animais e são um convite para ficarem doentes. Causam frequentemente vómitos e diarreias, pancreatites, intoxicações e até ruturas gastrointestinais. Não forneça e eduque outros para não fornecerem alimentos impróprios para o seu animal e procure evitar o acesso dos seus animais a esses alimentos.

8. Na noite de fim de ano é comum haver fogo de artifício. Alguns animais têm terror destes ruídos e podem ter ataques de ansiedade que estragam a festa, com respiração rápida, salivação, diarreia e vómitos. Cuidado ainda com as queimaduras, pois uma fagulha de lareira ou de fogo de artifício no pelo do seu cão ou gato podem incendiar a pelagem e causar queimaduras graves! Além disso as uvas passas são altamente tóxicas para cães, causando insuficiência renal. Se o seu cão ou gato sofrem de fobias ao ruído de trovoadas e fogo de artifício contacte-nos. Podemos ajudá-lo a ter a festa perfeita.

Este Natal, atenção e vigilância podem mesmo vir a ser o melhor presente que o seu patudo pode ter (para além daqueles cornos de rena que pode comprar na nossa loja).

Feliz Natal e uma grande Ano Novo são os desejos da nossa equipa!
Formulário de Satisfação
Pode ceder-nos o próximo minuto do seu tempo?
ONDE ESTAMOS   ATENDIMENTO 24H   SIGA-NOS
Rua São Tomás de Aquino, 8C
1600-203 Lisboa
  21 727 0945
91 404 3721
 
         
© 2016 Luís Cruz, Lda.   Design Binário - Web Innovation