Serviços
Toxicologia
A abordagem a um paciente com suspeita de intoxicação deve compreender uma história pregressa detalhada relativamente ao tipo de tóxico envolvido, quantidade ingerida ou grau de exposição, há quanto tempo ocorreu, sinais clínicos, doenças concomitantes e medicações que esteja a tomar.  

A realização de um exame físico detalhado seguida da estabilização do paciente e a avaliação dos principais órgãos por meio da realização de análises é de extrema importância. 

O tratamento de uma intoxicação dependerá da droga envolvida e de há quanto tempo aconteceu a ingestão ou exposição. De uma forma geral compreende a lavagem gástrica, redução da absorção dessa mesma droga pela administração de carvão activado, seguido da administração de catárticos para aumentar a sua eliminação gastrointestinal e aumento da sua excreção renal através da fluidoterapia intravenosa.     

Para alguns tóxicos existem antídotos que podem ser administrados mas quase sempre o tóxico é desconhecido e por isso não é possível direccionar o tratamento.

Que medicamentos, alimentos, plantas e outras substâncias são potencialmente tóxicas para os animais?
  • Paracetamol (Ben-u-ron)
  • Ácido acetil-salicílico (Aspirina)
  • Diclofenac (Voltaren)
  • Amitraz 
  • Anfetaminas 
  • Canabis 
  • Cocaína 
  • Opióides  
  • Chocolate, café e cafeína (ver mais) 
  • Alho 
  • Cebola
  • Uvas e passas
  • Álcool
  • Nicotina (Tabaco)
  • Abacate
  • Nozes de macadâmia
  • Plantas tóxicas
  • Ivermectina 
  • Piretrinas 
  • Insecticidas 
  • Fertilizantes
  • Rodenticidas
  • Moluscicidas
  • Antiparasitários (Pipetas(Coleiras) para cães quando aplicados em gatos
  • Etilenoglicol (Líquido de refrigeração do radiador dos carros)


Os sinais clínicos de intoxicação podem variar dependendo do tóxico, mas de uma forma geral são, prostração, apatia, vómito, diarreia, hipotermia, desorientação, fraqueza, tremores, dor abdominal, hemorragias (nariz, boca), convulsões e coma.

Se suspeita que o seu animal for exposto a qualquer tipo de tóxico não hesite em contactar-nos. É muito importante actuarmos rapidamente de forma a evitar a lesão dos órgãos internos ou mesmo a morte.

Para além da exposição acidental a tóxicos, por vezes a intoxicação acontece por ingestão de fármacos consentida pelos donos. Por desconhecimento, é comum os donos auto-medicarem os seus animais, não sabendo que isso pode levar a graves situações de intoxicação. Nem todos os fármacos de medicina humana podem ser utilizados nos nossos amigos. Para além disso, as doses utilizadas em humanos podem ser tóxicas quando aplicadas aos animais. Por estas razões, se algo o preocupar não hesite em contactar-nos e confirme com Médico Veterinário a possibilidade da utilização e a dose de certos fármacos.
Formulário de Satisfação
Pode ceder-nos o próximo minuto do seu tempo?
ONDE ESTAMOS   ATENDIMENTO 24H   SIGA-NOS
Rua São Tomás de Aquino, 8C
1600-203 Lisboa
  21 727 0945
91 404 3721
 
         
© 2016 Luís Cruz, Lda.   Design Binário - Web Innovation